Proteção Civil confirmou 31 vítimas mortais nos incêndios – uma delas uma grávida de 19 anos e dois irmãos

Mais de 500 fogos deflagraram este domingo, fazendo do 15 de outubro o “pior dia de incêndios do ano”, nas palavras de Patrícia Gaspar, porta-voz da Proteção Civil, aos jornalistas.

Depois de casas ardidas e aldeias evacuadas, esta manhã de segunda-feira a Proteção Civil confirmou que há 31 mortos e mais de 50 feridos, entre os quais 15 em estado grave. Há, também, cinco desaparecidos, incluindo um bebé de um mês de idade. “Os números não são definitivos”, alerta a Proteção Civil, que irá fazer novas atualizações às 16h e às 20h.

A imagem mostra o incêndio que lavra em Braga. Gonçalo Delgado/Global Imagens

 

De acordo com o Observador, uma jovem terá morrido na sequência de um acidente na A25, junto à estação de serviço de Vouzela, no sentido Viseu – Aveiro. De acordo com o Jornal de Notícias, que avançou com a notícia, dois carros terão colidido frontalmente quando, ao se depararem com as chamas junto à autoestrada, terão tentado voltar para trás, em contramão.

O comandante dos bombeiros de Oliveira de Frades, Fernando Farreca, disse ao jornal que a vítima mortal é uma jovem de 19 anos que estava grávida. O acidente causou ainda quatro feridos, que estão em estado grave.

 

 

Vê Também

Inês Herédia e Gabriela Sobral vão ser mães de gémeos…

A actriz Inês Herédia vai ser mãe pela primeira vez, e fez o anúncio da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *