Huracan

Lamborghini Super Sport

Lamborghini Super Sport

Quando falamos em carros italianos qual é a marca que se lembram logo ? Ferrari ? Lamborghini ? Exactamente, Vamos a hablar del super deportivo de Lamborghini!

Lamborghini-logo Super desportivos da Lamborghini

Ao olhar critico de muitos a Lamborghini não está no mesmo nível que a Ferrari, mas também não é isso que pretende, pois são duas marcas com filosofias opostas e ambas são os melhores exercícios para aquilo a que se comprometem!

A histórica conta que Ferrucio Lamborghini, um fabricante de tractores extremamente abastado tinha comprado um Ferrari, a vida não podia correr melhor, mas pelos vistos o Ferrari que Ferrucio comprou não foi o melhor exemplar de fiabilidade, dando constantes problemas na embraiagem. Enzo Ferrari confrontado com o problema ignorou-o, deixando Ferrucio ressentido por tal comportamento, saindo desse encontro com um objectivo, construir um carro que pudesse igual qualquer Ferrari. Até este ponto a Lamborghini ainda não existia como a conhecemos hoje, mas sim como uma marca de tractores.

O primeiro trabalho de Ferrucio surgiu, em 1964

O Lamborghini GT 350 era um GT de linhas elegantes, com capacidade para dois ocupantes e um sonoro V12 desenvolvido pelo Giotto Bizzarrini, que curiosamente tinha trabalhado na Ferrari. Com esta primeira abordagem a Lamborghini entra na corrida, mas foi em 1966 quando Ferrucio apresentou o Lamborghini Miura que o mundo viu o carro que ainda hoje é considerado comoo primeiro super carro”. Um marco na industria automóvel da época.

Lamborghini-GT-350
Lamborghini GT 350

As criações continuam e logo em 1968 Ferrucio introduz o Lamborghini Espada, mantendo o sucesso da marca, e continuado o sucesso dos Lamborghini Islero e o Lamborghini Jarama, que eram considerados modelos de alto luxo nos anos 70. Sin embargo, e no meio de tanto sucesso nem tudo corria sobre rodas, e o Lamborghini Urraco e o Lamborghini Silhouette desse mesmo ano não tiveram o sucesso que Ferrucio esperava.

De destacar que durante a sua vida a Lamborghini nunca foi solida financeiramente, e enfrentou muitos contratempos, então com a fraca aceitação dos Lamborghini Urraco e o Lamborghini Silhouette a Lamborghini tinha de se esmerar e sair vitoriosa!

Essa vitória nasceu com o nome de Lamborghini Countach, ya 1974, com um potente motor central e desprovido de compromissos para atingir os seus objectivos, performance pura!

Lamborghini-Countach
Countach

Lamborghini-Countach_back

El Lamborghini Countach fez a Ferrari sentir a pressão da concorrência, algo para o qual Ferrucio Lamborghini trabalhou anos!

Vamos agora analisar algumas das obras primas da Lamborghini, começando pelo primeiro Lamborghini de todos, el 350 GT.

Como Ferrucio tinha sido proprietário dos melhores carros desportivos da época sabia bem quais os alvos a abater, e quais os standards que tinha de ultrapassar para se destacar.

Começou por investir numa fábrica, situada em Santa Agata, perto de Modena, de seguida contratou especialistas nas mais diversas áreas, incluindo Giotto Bizzarrini um respeitado engenheiro que prontamente lhe desenvolveu um motor V12. Ferrucio estava empenhado em construir o melhor carro desportivo possível, preferencialmente todo desenvolvido pela sua equipa que acabara de contratar.

Lamborghini-GT-350_1

Foram construídos 13 Lamborghinis 350 GT, mas a medida que a palavra se espalhava sobre o desempenho do V12 e o seu desempenho ímpar a procura aumentou rapidamente, aumentando o volume de produção para 120 unidades, tendo no meio dessas existido algumas variantes especiais.

O inicio da Lamborghini foi promissor, as revistas da especialidade chegavam mesmo a alertar a Ferrari com títulos coloridos de que a Lamborghini tinha enfurecido o touro mais que nunca!

A Lamborghini foi também a mãe do verdadeiro super carro, apresentando o Miura, tendo feito a sua primeira aparição ao mundo em 1965, ainda sem um nome e com um chassis praticamente despido e mais tarde em 1966 com uma carroçaria de Marecello Gandini, estilista da Bertone deixando o mundo automobilístico em pulgas!

Lamborghini  Miura
Lamborghini Miura

Albergando um V12 com 350CV de potencia capazes de prestações dignas de registo. Era conhecido por ser abafado, com um habitáculo pequeno e uma caixa de velocidades dura, mas as suas capacidades dinâmicas faziam esquecer qualquer um destes problemas, ou diria, pormenores acabando com um motor com 385CV no Miura SV que de forma inteligente manteve praticamente a mesma carroçaria.

O sonho de Ferrucio tinha sido alcançado com o Miura, mas este não se contentou e continuou a evoluir, evolução essa chamada de Lamborghini Countach, apresentado em 1971 tinha um desenho como nunca antes visto, umas proporções difíceis de compreender mas cativantes ao mesmo tempo levando os limites ainda mais longe! O Lamborghini Countach apresentou soluções inovadoras, como um chassi tubular que sustentava uma carroçaria em alumínio sem qualquer carga. A revista inglesaCarsescreveu numa das suas ediçõesO Lamborghini Countach respira agressão pura por cada poro”. O Lamborghini Countach era mais rápido e eficaz que o Miura, mas por outro lado exigia que o condutor se entregasse de corpo e alma ao exercício da condução!

As portas tinham uma abertura vertical, e para se entrar era necessário alguma acrobacia. Várias capas de revista foram cobertas com o corpo musculado do Countach e não lhe faltavam elogios!

Lamborghini-Countach_portas

A ultima edição do Lamborghini Countach contava com um V12 de 455CV de potencia e prestações avassaladoras, cumprindo o exercício dos 0 el 100 Km/h em 4.8 segundos! Uma marca impressionante! Ainda mais impressionante era a sua velocidade máxima de 293Km/h. Como podem constatar o Lamborghini Countach veio para marcar a diferença, mas precisava de um substituto, que teria um trabalho ainda mais árduo, pois o mundo estava a mudar rapidamenteEsse substituto apareceu, de seu nome Diablo!

O Diablo teve a ingrata tarefa de elevar os padrões de segurança, baixar as emissões, apresentar melhor qualidade de construção e mesmo assim ser apaixonante e com uma condução viciante! Como não poderia deixar de ser, conseguiu!

O Diablo era um GT com uma capacidade de lidar com diferentes exigências de forma notável, e Ferrucio sabia-o!

Era maior, mais largo, mais pesado, mais potente, mas sofisticado, mais eficiente (mesmo assim era um colosso), mais aerodinâmico, de uma forma muito simples, era mais tudo, e com uma velocidade de 350Km/h era o carro mais rápido do mundo em 1990, data do seu lançamento! Impressionados ? Acredito que não

Diablo
Diablo

O design já foi auxiliado pela Chrysler que forneceu ajuda no seu desenvolvimento, como o design por computador, assim como a mistura da carroçaria de alumínio, aço e materiais compostos, tendo o chassis do Lamborghini Countach apresentando resultados incríveis nos testes de colisão mundiais.

O Diablo tinha um V12 com 48 válvulas longitudinais, con 5.7 litros de capacidade e uns impressionantes 485CV de potencia.

En 1990 o Diablo custava 220 miles de dólares, en 1993 foi apresentado o Diablo VT com 492CV de potencia com um preço de 239 miles de dólares, en 1994 a Lamborghini disponibilizou uma linha especial para o Diablo VT elevando a sua potencia para uns estonteantes 525CV e subindo o seu preço para 257 miles de dólares. Também em 1994 a Lamborghini passou a disponibilizar o Diablo Roadster, o descapotável mais rápido do mundo com um tecto amovível feito em fibra de carbono, todavía 1994 a Chrysler vendeu a Lamborghini à MegaTech Ltd uma empresa da Indonésia disposta a manter a Lamborghini viva, havendo mesmo um sucessor planeado, mas a MegaTech Ltd perdeu o interesse e vendeu a Lamborghini a Audi em 1998.

Diablo Roadster
Diablo Roadster

O Diablo continuou a ser produzido até ao ano 2000, altura em que foi substituído pelo Murcielago.

Depois de ser adquirida pela Audi a Lamborghini deu um salto gritante em qualidade, apresentando o Gallardo, Reventon e mais recentemente o Lamborghini Aventador com um V12 que debita nada mais nada menos que 700CV potencia, todavía 2015 a Lamborghini deu a conhecer o Huracan, substituto do Gallardo, que como todos os seus antecessores já está na boca do mundo pela seu fantástico desempenho.

Super desportivos da Lamborghini Gallardo
Gallardo
Super desportivos da Lamborghini Lamborghini Reventon
Reventon
Super desportivos da Lamborghini Aventador
Aventador

De destacar que a Lamborghini nunca esteve tão saudável financeiramente nem nunca tinha vendido tantos carros como agora, tudo graças ao investimento da Audi na Lamborghini.

Super desportivos da Lamborghini Huracan
Huracan

Huracan-1

Quem diria que o bom senso alemão aliado a paixão italiana ia ser uma formula vencedora.

Véase también

Descubre los mejores destinos del mundo para viajar y tomar fotos en 2017

Se é fã da arte da fotografia conheça os melhores lugares no mundo para captar

Contesta

Su dirección de email no será publicada. Los campos obligatorios están marcados *