Alimentação saudável: entenda as cores dos alimentos

Alimentação saudável: entenda as cores dos alimentos

Alimentação saudável: entenda as cores dos alimentos

Sabia que dá para saber quais são as propriedades nutricionais dos alimentos pela sua cor? Confira a seguir as 7 cores que não podem faltar no seu cardápio.

Os nutrólogos e nutricionistas costumam dizer que quanto mais colorido o seu prato, mais nutritivo ele será. Isso acontece porque os pigmentos presentes nas frutas, verduras e legumes possuem diversas propriedades nutricionais e contribuem inclusive para prevenir doenças.

Confira o que cada cor tem para oferecer e comece hoje mesmo a colorir seus pratos!

 

VERMELHO

tomatoes

Alimentos vermelhos contém licopeno, um antioxidante que previne radicais livres, protege o coração e reduz o risco de desenvolver cânceres como o de pulmão e o de próstata. Alguns alimentos ricos em licopeno: tomate, acerola, morango, caqui, pimentão vermelho, cereja, melancia, framboesa e goiaba vermelha.

Além do licopeno, vegetais vermelhos contém antocianina, que evita problemas vasculares.

 

LARANJA

carrots

A cor laranja indica a presença de betacaroteno, substância antioxidante que dá origem à vitamina A, além de vitamina B3 e ácido clorogênico. Esses compostos previnem o câncer e o envelhecimento precoce, protegem o coração e o sistema nervoso, aumentam a imunidade, melhoram a memória e são bons para pele, cabelo e unhas.

Para aproveitar esses benefícios, consuma cenoura, abóbora, pêssego, manga, mamão, caju e damasco.

AMARELO

pepper

Alimentos dessa cor são ricos em betacaroteno e vitamina C, que aumenta a imunidade, previne anemias e fortalece ossos, tendões e vasos sanguíneos. Esses alimentos também contêm bromelina e ácido málico, que ajudam na digestão e no funcionamento do intestino.

Nessa lista estão abacaxi, maracujá, laranja, pimentão amarelo e ameixa amarela.

 

MARROM

seeds

Cereais e oleaginosas (nozes, castanhas e amêndoas) são ricos em fibras, que ajudam a regular o intestino, diminuem a fome e ajudam a evitar e controlar diabetes. Contém ainda vitaminas do complexo B e vitamina E, que ajudam a prevenir doenças crônicas, cardiovasculares, câncer, depressão, ansiedade e até mesmo o mal de Alzheimer.

 

BRANCO

rice

Alimentos brancos são as melhores fontes de cálcio e potássio da natureza, minerais fundamentais para a formação e funcionamento dos ossos, músculos e sistema nervoso. Também ajudam a regular os batimentos cardíacos.

Consumir diariamente banana, batata, mandioca, arroz, couve-flor, gergelim, alho-poró, cogumelos, palmito, leite e derivados evita cansaço, dores musculares e nas articulações e alivia o estresse.

 

ROXO

plums

A cor azulada ou arroxeada indica a presença de quercitina e ácido elágico, que neutralizam compostos cancerígenos, retardam o envelhecimento, melhoram o aspecto da pele, previnem ataques cardíacos e protegem nervos, rins e o sistema digestivo.

Para desfrutar dessas propriedades, inclua na alimentação ameixa, uva, repolho roxo, alcachofra, amora, beterraba, azeitona preta, jabuticaba e alho roxo.

 

VERDE

lettuce

Folhas e legumes verdes são ricos em ferro, fósforo e cálcio (especialmente os verde-escuros). Esses minerais ajudam no crescimento, na coagulação sanguínea, na produção de glóbulos vermelhos, fortalecem ossos e dentes e evitam fadiga mental. Contêm ainda alta concentração de clorofila e vitamina A, que têm ação desintoxicante, bactericida, cicatrizante, anticancerígena e protetora do coração.

Você encontra esses nutrientes em folhas verdes, abobrinha, ervilha, chuchu, ervas, vagem, uva verde, limão, pepino, kiwi e abacate.

 

Como aproveitar os benefícios das cores dos alimentos?

Alimentação saudável: entenda as cores dos alimentos

A melhor maneira de aproveitar ao máximo as propriedades de cada cor é fazendo associações entre elas para potencializar a ação dos nutrientes.

Por exemplo: consumir alimentos verdes junto com os de cor amarela ou laranja, pois a vitamina C aumenta a absorção do ferro. Já os brancos caem bem com carnes e outros alimentos ricos em proteínas, que são melhor aproveitadas quando ingeridas com vitamina B6.

O Instituto Brasileiro de Orientação Alimentar (IBRA) recomenda ainda a ingestão diária de pelo menos 5 vegetais de cores diferentes.

 

 

Vê Também

Descubra qual é a melhor idade para ter filhos!

Numa altura em que a vida profissional e a estabilidade económica se assumem como principais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *