Mudança da hora não é benéfica à saúde nem ao ambiente!

Retirar uma hora nos relógio é como retirar uma hora de vitamina D às pessoas! O facto de mudarmos a hora é mau para a saúde e gasta mais energia elétrica, o que consequentemente aumenta a poluição. De acordo com estudos recentes, acabar com a da mudança para a ‘hora de Inverno’ iria trazer mais saúde e benefícios ambientais, principalmente nas áreas mais a norte do planeta.

Em vários países na Europa, Estados Unidos, Canadá e em certas zonas do Médio Oriente quando acaba o verão retiramos uma hora do relógio. Normalmente é entre o final de outubro e o início de novembro.

Segundo os especialistas, há razões de sobra para mudar este costume pois, recentemente descobriram que a escuridão dos finais de tarde é mais prejudicial do que a da manhã. Por um lado é necessária mais energia para iluminar e, por outro, porque a ausência de luz natural tira mais a vontade de fazer actividades ao ar livre e empurra as pessoas para casa mais cedo.

Assim, não alterar a hora permitiria beneficiar de mais luz natural e aumentaria os níveis de vitamina D.

A ausência da vitamina D (proveniente do sol), da qual quase metade da população mundial tem níveis baixos, pode causar raquitismo e aumentar a susceptibilidade a doenças auto-imunes. Assim como doenças como a diabetes e a obesidade sofreriam provavelmente um decréscimo, já que finais de tarde iluminados seriam mais aprazíveis à prática de exercício físico, avança a agência reuters.

 

Fonte: Sol

Vê Também

Sabe o que é micro-traição? Veja quais os 16 sinais de infidelidade online!

Martin Graff, psicólogo da Universidade de South Wales, criou um conceito que pode vir a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *